4 dicas para conseguir vender cosméticos no salão de beleza.

Shares
Read Carefully

Já sei o que você está pensando: “Eu apenas corto cabelo, eu não sei vender produtos e meus clientes não vão querer comprar”

Ok, tenho um recado para dizer: eles querem comprar sim! Vender cosméticos para seus clientes do salão é uma boa ideia, pois ganha CONFIANÇA do clientes, faz com que ele gaste mais e ainda aumenta seu faturamento.

Não está convencido? Vamos aos fatos:

  • Recomendar produtos aos seus clientes para que eles consigam manter o look em casa você ganha confiança deles. Você está fazendo a eles um favor (tipo uma consultoria). Significa que você se importa com eles quando eles não estão no seu salão e demonstra que você se importa com as suas necessidades.
  • Toda vez que um cliente compra um produto, há um aumento de 30% na probabilidade de que eles voltem.
  • A venda de produtos de varejo pode aumentar sua receita 15-25%.

Aqui vão 4 dicas para te ajudar a vender os produtos no salão de beleza

Escolha produtos que você realmente ama

  • Se você deseja que os clientes confiem em você, use os produtos em que acredita. Estes devem ser produtos com os quais você não pode viver, quanto mais você os ama, mais fácil será falar sobre eles.
  • Faça uma pesquisa dos melhores produtos, comece apenas com quatro produtos e foque neles.
  • Deixe-os em amostra na sua bancada, mantenha-os limpos, etiquetas voltadas para fora e esteja preparado para responder qualquer dúvida que seus clientes possam ter.

Comece com uma consultoria

  • Antes mesmo de PENSAR sobre vender algo a um cliente, certifique-se de entender suas necessidades primeiro.
  • Faça uma consultoria completa (pergunte quais são seus problemas com a beleza, dificuldades para manter o look e entre outras), mas não tente vender nenhuma produto ainda. Este é o ponto em que você pode começar a formular seu plano.
  • Defina suas necessidades, e tome nota de quais produtos lhes darão a solução que eles estão procurando.

Você está os “educando” e não “vendendo”

Se você educar seus clientes durante todo o serviço, eles vão perguntar se você tem o produto para vender.

  • Explique por que você está usando cada produto, o que eles devem prestar atenção, e como eles podem fazer isso em casa.
  • Durante o serviço, mencione novamente sobre alguma necessidade que ele disse na consultoria. Isso mostra que você está ouvindo e se importa. Lembre-se da “confiança” de que falamos?
  • Pergunte-lhes que tipo de produto eles usam normalmente, e use algo diferente. Eles já podem gostar do gel que usam – mostre o que uma pomada modeladora pode fazer.
  • Dê-lhes a pomada modeladora (ou o produto que você escolher) para ele segurar enquanto você demonstra isso. Isso os ajuda a assumir a propriedade mental do produto. Com certeza ele vai cheirar, ver a embalagem e talvez pegue um pouquinho na mão para sentir a textura.
  • No final do serviço, faça-os notar os resultados dos produtos. Por exemplo: “O seu cabelo não está muito melhor?” Se você ouvisse suas necessidades e usou os produtos certos, eles deverão ter todas as razões para concordar com você.

Fechando a venda

Se você seguiu todas as etapas anteriores, esta próxima parte deve ser “mamão com açúcar”. Ao efetuar o pagamento, pergunte-lhes se eles gostariam de levar algum dos produtos que usou hoje:

[quote]Gostaria de levar alguma pomada, shampoo ou condicionador hoje?[/quote]

Ela provavelmente irá dizer sim, pelo menos a um dos produtos. Mas se ela não fizer isso, não significa que você falhou. Há um milhão de razões pelas quais ela talvez não esteja pronta para levar o produto hoje. Diga-lhe isso:

[quote]”Ok, vou anotar aqui quais produtos que você gostou no caso de você querer voltar para comprá-los. Dessa forma, não vamos esquecer o que era!”[/quote]

Gostou dessas dicas? Deixe nos comentários se você segue uma delas. Ou então faça o teste e me conte sobre o resultado.

Lucas Hattori

Lucas Ishida Hattori é bacharelado em Design de Produto e empreendedor. Com 5 anos de experiências em redes sociais, Hattori também trabalha com marketing digital e comunicação. Em 2013 morou e trabalhou no Vale do Silício onde adquiriu uma vasta experiência e conhecimento em tecnologia e startups. Atualmente é sócio do Carreira Beauty e tem como objetivo emponderar profissionais da beleza no Brasil.

One comment

  • Renata

    24 de novembro de 2017 - 17:33

    Muito boa ideia para eu que trabalho com MMN ensinar aos donos de salão para divulgação da nossa marca

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top