duda-molinos-e-ricardo-dos-anjos-dao-dicas-para-quem-quer-abrir-um-espaco-de-beleza

Segundo a consultora do Sebrae-SP, Elderci Garcia, a cada mês surgem no Brasil sete mil novos negócios na área de beleza. O cenário promissor do setor encoraja muitos profissionais a seguirem “carreira solo” e abrirem seu próprio negócio. Foi o que aconteceu com os beautys artists Duda Molinos e Ricardo dos Anjos, que recentemente inauguraram seus respectivos espaços de beleza, Lab.dudamolinos e House of Beauty.


Super Recomendo!


Ambos vieram de uma longa trajetória de trabalho. Ricardo começou sua vida profissional em salões de beleza aos 14 anos e Duda, completa 25 atuando como cabeleireiro e maquiador. A experiência proporcionou aos profissionais conhecimento suficiente na rotina de um salão – o que lhes deu vantagens para iniciar essa nova etapa, afinal, o sucesso de um empreendimento também é baseado no histórico profissional do futuro dono. “O momento certo de abrir um negócio próprio é quando o maquiador estiver preparado para se tornar um empresário e empreender. É importante conhecer o segmento de atuação, o mercado, os clientes, a concorrência e os fornecedores. Antes de abrir o próprio negócio é preciso conhecer a fundo o mercado”, explica Elderci.

Ter uma clientela fiel e fixa é um ponto a favor. Segundo Ricardo, se o profissional vai trabalhar sozinho, os seus clientes contam muito. Já, se terá funcionários, tudo muda e são eles que devem ter essa clientela. Para Duda, o futuro empreendedor deve certificar-se de que a quantidade de clientes que possui é suficientemente para a saúde tributaria x despesa e lucro. “Fique sempre atento à planilha de custos e geração de capital”.

Inovação em um mercado tão disputado é um fator diferencial para a sobrevivência das empresas. Como sempre atendeu suas clientes em casa, Ricardo fez de seu salão um espaço que lembrasse esse ambiente familiar. “Não queria nada parecido com o que já tinha por aí”, conta o maquiador. Além disso, segundo a consultora do Sebrae, é preciso determinar as características especificas da atividade, planejar os produtos e serviços oferecidos, verificar a regulamentação e legislação pertinentes à atividade, determinar o melhor modelo de negócio, possuir disponibilidade financeira para esta empreitada e capital de giro para manter o empreendimento. Outros fatores como foco no cliente, bom atendimento e divulgação também são imprescindíveis. Caso você tenha pouca experiência na área, existem cursos focados para administração de salão e fidelização de clientes.

Dica para seu salão de beleza destacar-se no mercado

E como se diferenciar, diante da enxurrada de salões que nascem diariamente em São Paulo? De acordo com Duda, excelência no serviço é a resposta. “Além, é claro, de ter a capacidade de enxergar o negócio de um ponto de vista distanciado o suficiente para perceber os erros e saná-los o mais rápido possível. Agilidade na percepção das falhas é imprescindível. Como empreendedor, entendo a concorrência como algo saudável e estimulador, que mostra o quanto nossos negócios estão aquecidos”, ensina o maquiador.

E os detalhes não param por aí: É preciso pensar no ponto comercial que, para Ricardo é “50% do negócio” e identificar o público-alvo, não se fechando paras outras oportunidades. “Por natureza sou eclético, mas não sou bobo. Sei que meu público-alvo hipoteticamente é de classe A, mas estrategicamente pretendo me estabelecer no B, para ser aspiracional ao C”, explica Duda Molinos.

Comece seu instituto de beleza com uma boa equipe

Os dois maquiadores acreditam que uma boa equipe fazem parte do sucesso do negócio. Para eles, bons profissionais são fundamentais para transmitir a cultura que se quer empregar no empreendimento. Quando questionados sobre quais conselhos dariam para quem quer abrir um salão, além de planejamento, coragem e organização, os novos empreendedores foram categóricos em dizer que, “pés no chão” é um item fundamental para o sucesso de um investimento.

Negócio de sucesso

Conheça os passos essenciais, que segundo Elderci Garcia, consultora do Sebrae, todo futuro empreendedor deve saber antes de abrir seu próprio negócio:

1. Antes de tudo você deve ter metas bem definidas. É preciso saber o que quer, gostar do que faz e se preparar para os desafios de ser um empreendedor.
2. Escolha do ponto/localização.
3. Formalização e regularização do empreendimento e atendimento as regulamentações pertinentes. Por exemplo, vigilância sanitária.
4. Contratação de equipe atendendo as exigências legais e ao modelo de negócio determinado no seu planejamento. Incluindo capacitação e treinamento.
5. Posicionamento adequado. Aqui falamos de produtos e serviços oferecidos versus preços praticados.

Exigências legais específicas para o setor: É importante poder contar com a ajuda de um especialista como, contador ou advogado para lhe ajudar com as orientações necessárias. As Micros e Pequenas Empresas podem procurar orientação no Sebrae-SP, por meio do www.sebraesp.com.br, ou ainda em um dos 33 escritórios regionais no estado de São Paulo.


Super Recomendo!


Comments

There are no comments yet.

Leave a comment