Quando se trabalha por conta própria, é profissional liberal, autônomo ou tem um pequeno negócio uma das dúvidas que surgem com frequência é: quais os métodos de pagamento mais adequados? Quais deles funcionam para o meu tipo de negócio?

DINHEIRO / DEPÓSITOS / TED / DOC

O dinheiro vivo é um dos métodos mais comuns e preferidos para quem trabalha por conta própria.

O dinheiro é vantajoso pelo fato de se receber a vista, mas alguns cuidados devem ser levados em consideração.
“É necessário verificar se as notas não são falsas e tomar cuidado ao andar com dinheiro para cima e para baixo”, aconselha Maira Pastore, Diretora Financeira (CFO) da UniPay.
Ao aceitar depósitos, TED e DOC tome cuidado de identificar corretamente qual cliente está lhe pagando.

“Eu fico confusa em saber quem pagou e quem ainda não pagou e já tive casos de clientes que afirmaram ter feito o depósito, porém na verdade havia sido outra pessoa”, conta a psicóloga Lívia Castilho. “Acabei optando por receber por cartão de crédito na modalidade m-payment, já que o controle é maior e sei exatamente quem pagou”, complementa a profissional liberal.

BOLETOS
O boleto é um método de pagamento tradicional no Brasil e não existe na maior parte dos outros países do mundo. É eficiente mas tem alguns lados negativos como o custo de emissão do boleto, a falta de pagamento dos mesmos.
“Em torno de 50% a 60% dos boletos emitidos em e-commerces não são pagos pelos clientes”, conta Sergio Costa, Diretor de Tecnologia (CTO) da UniPay, que previamente fundou um famoso método de pagamento online.
Ou seja, você pode vender por boleto mas espere que ele seja compensado antes de liberar o produto ou serviço para seu cliente.
“Eu acabava separando produtos no meu estoque porque um boleto era emitido, mas as pessoas não pagavam e eu deixava de vender para alguém que estava disponível com o cartão ou dinheiro na hora, acabava dando muito prejuízo”, desabafa Osmar Santos, vendedor autônomo de bolsas.

CHEQUES
Os cheques são muito usados no Brasil na modalidade pré-datada, já que os brasileiros possuem o hábito de parcelar suas compras.
Os cheques são uma forma de pagamento interessante pois você tem o controle de depositar em sua conta ou de sua empresa.
Lembre-se sempre de verificar se o cliente não tem o nome sujo e de preferência só aceite cheque de clientes com mais tempo de relacionamento, pois o índice de cheques sem fundo é alto.

CARTÃO DE CRÉDITO E DÉBITO
Os cartões de crédito e débito vêm ganhando espaço cada vez maior, pois são seguros para o cliente, que não precisa ficar carregando dinheiro e seguros também para os lojistas e prestadores de serviço. O Brasil é um dos países mais avançados em termos de processos anti-fraude.
A desvantagem do cartão são as taxas cobradas pelas máquinas de cartão ou soluções de pagamento móvel. Essas taxas porém acabam sendo compensadas pelo aumento nas vendas e segurança que o método de pagamento trás.

Fonte: Unipay

Comments

There are no comments yet.

Leave a comment